Hábitos que destrói um casamento

No casamento os males do coração são responsáveis pela vida ou morte do amor. O casal deve cuidar do coração um do outro. Sem tratamento o coração aprende a não perdoar, a ferir quem ama, torna-se independente, malvado, fechado e insensível. Todos nós buscamos entender os motivos que faz com que o parceiro se afaste. A culpa da relação ter perdido o ritmo, é dos dois. Normalmente um relacionamento se desgasta muito rápido se, entre o casal não tiver um sentimento forte. É fundamental que o casal tenha sintonia. É preciso que estejam preparados para saber lidar com algumas surpresas que acontecem na relação. É importante fomentar o bom relacionamento sexual de dia, não só à noite, com gestos de carinho, brincadeiras, piadinhas e outros momentos de intimidade.

Hábitos Destrutivos:

  • Humilhar o parceiro: sempre diminuir e desqualificar o parceiro, inclusive na frente das demais pessoas;
  • Solidão a dois: quando há indiferença e falta de diálogo. A relação de estancamento é a maior causa das separações;
  • Conflito: quando o modelo de um fere os princípios do outro, a união se torna um problema;
  • Quando dinheiro é o problema: quando as duas partes não conseguem chegar a um acordo sobre como o dinheiro deve ser gasto, até a vida sexual pode ser afetada;
  • Comportamento sexual: quando o sexo não é vivido de forma saudável. O parceiro obriga o outro a fazer coisas que não quer. As mulheres se submetem ao desejo do parceiro por medo de perdê-lo;
  • Amor competitivo: os casamentos estão cada vez mais individualistas. Não ter sonhos e projetos em comum pode levar à relação de competitividade;
  • Traição: resultam em perda de confiança, o que deteriora o relacionamento;
  • Deslealdade: em um casamento feliz não existe mentiras ou segredos que culminam na falta de confiança e faz crescer a distância;
  • Alteração de humor: explodir por qualquer coisa, traz um clima insuportável na convivência e que não vai ajudar a relação em nada;
  • Cobrança: ficar reclamando da falta de atenção ou carinho não o incentivará a fazê-lo e  só aumentará os conflitos em sua relação;
  • Poder:  casais onde um dita as regras e o outro obedece são mais propensos à infelicidade;
  • Expectativas irreais: nenhum relacionamento é perfeito, e segurar expectativas específicas altamente otimistas muitas vezes leva à decepção;
  • Colocar seu parceiro em um pedestal: seu parceiro não é perfeito, você também não. Idealizar demais só vai mostrar o quão falho vocês são e o quanto isso é ameaçador;
  • Mensagens de texto em excesso: casais que se comunicam através de mensagem de texto com mais frequência do que se falam ao telefone são  menos satisfeitos em seus relacionamentos.

Na maioria das vezes, as pessoas perdem o interesse nas outras e começam a se afastar porque alguém se doou demais.

Dicas:

  • O segredo é renovar o casamento, e não procurar um casamento novo. Isso exige diálogo, desejo e reconquista;
  • É preciso voltar a namorar, cortejar, seduzir e ser seduzido;
  • Tentar conquistá-lo como se seu par fosse um pretendente em potencial? Há quanto tempo não fazem uma lua-de-mel, sem os filhos?;
  • Mudanças são necessárias: frequentar lugares desconhecidos, mudar de casa, trocar seu guarda-roupa, os discos, o corte de cabelo e a maquiagem;
  • A melhor estratégia para salvar um casamento é saber mudar junto. Todo cônjuge precisa evoluir, estudar, aprimorar-se, interessar-se por coisas que jamais teria pensado em fazer no início do casamento;
  • Descubra o novo homem ou a nova mulher que vive a seu lado;
  • Brigas, cara feia e mau-humor sempre ocorrerão, por isso é necessário casar-se de novo, mas sempre com o mesmo par.

Add Comment

Olá,

Deixe seu e-mail para receber as melhores informações sobre alimentação, comportamento e saúde.

Parabéns, você se inscreveu com sucesso!