Sexo seguro na terceira idade

A qualidade de vida sexual na velhice melhorou bastante nos últimos tempos com o avanço e a popularização dos tratamentos hormonais e medicamentos que combatem as dificuldades de ereção. Na terceira idade, a prática sexual tem lá suas diferenças, mas continua fazendo bem, oferecendo prazer e sensação de bem-estar.

Dicas para apreciar o sexo:

  • Aprendam a valorizar a possibilidade de estar com o parceiro;
  • Reaprendam a namorar: saiam, dancem, andem de mãos dadas, conheçam novos lugares, revivam os antigos;
  • Redescubram prazeres, usem preservativo sempre que estiver com novas parceiros;
  • Experimentem o novo, o afeto, a alegria.

Dicas para melhorar o sexo:

  • Não tenha medo de inovar e conhecer formas diferentes de ter prazer;
  • Conversem abertamente sobre sexo;
  • Não seja exigente consigo mesmo e nem com o parceiro;
  • Nem sempre conseguirão os resultados desejados, portanto não se deixem levar pela frustração e tentem de novo;
  • Esteja sempre de olho nos sinais que ele dá na cama, para saber quando continuar ou quando parar;
  • Use lubrificante para facilitar a penetração e torná-la mais prazerosa;
  • Pratique atividade física regular e tenha uma alimentação balanceada para estar disposta para o sexo;
  • Beba bastante água para dar força à produção de fluídos necessários para uma relação sexual boa;
  • Não tenha medo de ter prazer, isso não é proibido na terceira idade.

Doenças Sexualmente Transmissíveis:

Pesquisas mostram que o número de indivíduos acima dos 60 anos contaminados por DST tem crescido nos últimos anos.  A exposição sexual e a ausência do preservativo são os fatores determinantes para a contaminação dessas enfermidades. Adotar as medidas preventivas vale para todas as idades. A falta de informação  voltadas para esta realidade contribui para que não procurem orientações e a vergonha faz com que não procure um especialista para fazerem os exames preventivos.

Cuide-se:

  • Muitos idosos consideram que sexo seguro com o uso de camisinha só quando existe a possibilidade de gravidez. E nesta fase é praticado sem qualquer restrição em termo de prevenção de DST, o que não deve acontecer;
  • Pessoas casadas há bastante tempo também costumam abandonar o preservativo, pois há confiança no parceiro. O que  também é errado porque é importante se prevenir em qualquer idade.
  • Pessoas na fase da terceira idade em que o convívio social é mais participativo, a possibilidade de novos relacionamentos sexuais esta ampliado, por esta razão é necessário o uso de camisinha;
  • Exames preventivos é fundamental anualmente, algumas DSTs como a gonorréia, sífilis e HPV podem ser tratadas quando diagnosticadas precocemente. E quando antes iniciar o tratamento, inclusive HIV, menores as complicações;
  • Diálogo entre os parceiros sobre os métodos de prevenir as DST é importante.

Add Comment

Olá,

Deixe seu e-mail para receber as melhores informações sobre alimentação, comportamento e saúde.

Parabéns, você se inscreveu com sucesso!