Hiperidrose

Sudorese é uma condição normal do nosso corpo e ajuda a manter a temperatura. É normal suar quando está calor, ou durante a prática de atividade físicas, ou em certas situações específicas, como momentos de raiva, nervosismo ou medo. A sudorese excessiva ocorre mesmo sem a presença de qualquer desses fatores. Isso porque as glândulas sudoríparas são hiperfuncionantes.

Hiperidrose é uma condição que provoca suor excessivo. Pessoas podem suar mesmo quando a temperatura está baixa ou quando estão descansando. O melhor médico para procurar em caso de suspeita é clínico geral ou dermatologista.

Tipos:

  • Hiperidrose primária, focal ou essencial: começa na maioria das vezes na adolescência ou por herança genética, ou seja, podendo ser passada dos pais para filhos;
  • Hiperidrose secundária: começa em qualquer etapa da nossa vida por consequência de alguma doença ou uso de medicamento. Pode estar associada à obesidade, menopausa, uso de drogas antidepressivas, alterações endócrinas e alterações neurológicas com sintomas da Hiperidrose.

Causas:

  • Fatores emocionais;
  • Hereditários;
  • Doenças.

Doenças podem estar relacionadas com hiperidrose:

  • Ansiedade;
  • Câncer;
  • Diabete;
  • Doença cardíaca ou pulmonar;
  • Parkinson;
  • Lesão na medula;
  • Derrame;
  • Tuberculose;
  • Menopausa;
  • Determinados remédios;
  • Hipertireoidismo.

Quando o suor excessivo vem sem explicação, acompanhado de dor no peito, pressão alta, perda de peso, falta de ar ou taquicardia, são causas graves da hiperidrose que podem levar até a morte. Procure um médico.

Regiões acometida:

  • Axila;
  • Palma das mãos;
  • Rosto;
  • Cabeça;
  • Sola dos pés;
  • Virilha.

Sintomas: podem aparecer no período da infância, na adolescência ou na idade adulta.

  • Transpiração excessiva do couro cabeludo, mãos, pés, axilas, mamas e região inguinal;
  • Pele úmida e fria ao toque;
  • Aparência da pele tom azulado;
  • Aparecimento de leveduras e bactérias pyococcus;
  • Odor desagradável.

Tratamento:

Clínico:

  • Medicação oral ou tópico;
  • A aplicação de toxina botulínica (botox) também ajuda a controlar a sudorese excessiva
  • Talco ou amido de milho natural;
  • Banho com sabonete desodorante;
  • Não calçar o mesmo par de sapatos por dois dias seguidos;
  • Utilizar palmilhas absorventes, que devem ser substituídas com frequência;

Cirúrgico:

  • Simpatectomia torácica é uma opção de tratamento em alguns casos, promovendo eliminação de grande parte dos sintomas.

 

Olá,

Deixe seu e-mail para receber as melhores informações sobre alimentação, comportamento e saúde.

Parabéns, você se inscreveu com sucesso!