Pneumonia

É uma infecção ou inflamação nos pulmões. Ela pode ser causada por vários microorganismos diferentes, incluindo vírus, bactérias, parasitas ou fungos. Esta doença é muito frequente e afeta pessoas de todas as idades, e é uma das principais causas de morte entre idosos e pessoas cronicamente doentes. Uma doença na qual os sacos pequenos cheios de ar nos pulmões (alvéolos), responsáveis por absorver oxigênio da atmosfera, ficam inflamados e inundados com fluido.

Tipos: existem diversos tipos de pneumonia:

  • Pneumonia provocada por vírus;
  • Pneumonia provocada por fungos;
  • Pneumonia provocada por bactérias;
  • Pneumonia química.

Fatores de risco:

  • Idade maior que 65 anos;
  • Infecções respiratórias virais, como gripe;
  • Álcool: interfere no sistema imunológico e na capacidade de defesa do aparelho respiratório;
  • Tabagismo;
  • Doenças imunossupressoras (HIV, transplante, câncer);
  • DPOC (bronquite crônica e enfisema pulmonar);
  • Ar-condicionado: deixa o ar muito seco, facilitando a infecção por vírus e bactérias;
  • Usuários de drogas;
  • Doentes acamados;
  • Pessoas com redução do nível de consciência;
  • Hospitalizações prolongadas;
  • Pacientes em ventilação mecânica;
  • Pacientes com outra doença pulmonar prévia (sequelas de tuberculose, bronquiectasias, fibrose cística).

Causas: pode ser causada por inúmeros microorganismos, dentre eles os mais frequentes são as bactérias e posteriormente os vírus, raramente os fungos.

Diferentes bactérias como as pneumocócicas (Streptococcus pneumoniae), a Legionella, a bactériaPneumocystis carinii, podem provocar uma pneumonia.

Sintomas:

  • Tosse produtiva.  Esta tosse é quase sempre associada a um muco verde, marrom ou cor de sangue que sai dos pulmões (a sensação é de que isso vem do “fundo” dos brônquios);
  • Uma febre alta (39-40°C);
  • Uma respiração rápida e difícil;
  • Fadiga, cansaço e sonolência;
  • Falta de ar;
  • Dores no peito (que aumenta quando se inspira profundamente);
  • Dor de cabeça;
  • Aumento do número de batimentos cardíacos;
  • Distúrbios gastro-intestinais: diarreia, náuseas, vômitos;
  • Confusão ou delírio (sobretudo nas pessoas de idade);
  • Calafrios;
  • Sudorese;
  • Prostração.

Tratamento: pode ser feito em casa, através da toma de remédios antibióticos que combatem os microorganismos responsáveis por causar a doença. O tratamento pode durar até 21 dias, sendo recomendados alguns cuidados, como:

  • Beber muita água;
  • Tapar a boca para tossir e lavar regularmente as mãos para evitar a transmissão da doença;
  • Evitar ir a lugares públicos ou fechados;
  • Fazer nebulizações com soro fisiológico;
  • Repousar e descansar, evitando fazer esforços;
  • Não tomar remédios para a tosse;
  • Evitar mudanças bruscas de temperatura.

Pessoas com pneumonia que têm problema para respirar, idosos e aqueles com outros problemas médicos, podem necessitar tratamento mais avançado.  Se os sintomas piorarem, a pneumonia não melhorar com tratamento em casa, ou ocorrerem complicações, a pessoa geralmente deve ser hospitalizada. Pessoas que têm dificuldade de respirar devido à pneumonia podem necessitar oxigênio extra. Indivíduos extremamente doentes podem necessitar de cuidados intensivos, muitas vezes incluindo intubação e ventilação artificial.

 

Olá,

Deixe seu e-mail para receber as melhores informações sobre alimentação, comportamento e saúde.

Parabéns, você se inscreveu com sucesso!