Osteoporose

É uma doença definida como a perda acelerada de massa óssea, ocorre durante o envelhecimento.  Provoca a  diminuição da absorção de minerais e de cálcio, levando à diminuição da resistência e a um maior risco de fraturas. De acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), 10 milhões de pessoas sofrem de osteoporose e cerca de 200 mil morrem por ano no Brasil devido às complicações da doença. Dentre as vítimas, as mulheres representam maioria, sendo que uma em cada três mulheres com mais de 50 anos sofre com a doença, que é agravada devido a distúrbios hormonais da menopausa.

Causas e Fatores de Riscos:

  • Degeneração natural;
  • Mau funcionamento do organismo;
  • História familiar de osteoporose;
  • História prévia de fratura por trauma mínimo;
  • Tabagismo;
  • Baixa atividade física;
  • Baixa ingestão de cálcio e vitamina D;
  • Baixa exposição solar;
  • Raça branca ou asiática;
  • Ausência de períodos menstruais;
  • Baixo peso corporal;
  • Senilidade;
  • Sedentarismo;
  • Alcoolismo;
  • Alguns tipos de medicamentos como hormônio tireoidiano;
  • Doenças de base como: diabetes, doenças reumáticas, doenças renais, doenças inflamatórias intestinais, etc.

Sintomas:

  • Dores na região lombar ou cervical, em virtude das fraturas dos ossos da coluna vertebral;
  • Fraturas do colo do fêmur, punho e costelas;
  • Postura curvada ou cifótica, com a consequente redução de estatura ao longo do tempo;
  • Dor e sensibilidade nos ossos e nas articulações;
  • Diminuição da estatura, por causa dos danos aos ossos.

Locais com maior risco de fratura:

  • Coluna;
  • Quadril;
  • Punho.

Exames para Diagnósticos:

  • Radiografia;
  • Densitometria Óssea;
  • Tomografia Computadorizada;
  • Marcadores biológicos do metabolismo ósseo.

Tratamento: a osteoporose não tem cura. O tratamento é medicamentoso, terapêutico e nutricional devendo ser feito por toda vida. O tratamento vai depender das condições físicas de cada um, além de avaliar os casos que houveram fraturas. Os objetivos do tratamento são:

  • Controlar a dor;
  • Retardar ou interromper a perda óssea;
  • Prevenir fraturas.

Prevenção: é importante a prevenção desde a infância, pois a quantidade de massa óssea é estabelecida até os 30 anos, a partir daí a quantidade de massa óssea só diminui com o tempo. Para isso, é essencial fazer três coisas muito importantes:

  • Ingerir cálcio;
  • Tomar sol;
  • Fazer exercícios físicos.

Os alimentos que ajudam a prevenir a osteoporose são ricos em cálcio e vitamina D. Estes nutrientes são importantes para a saúde dos ossos. O cálcio não é absorvido sem a presença da vitamina D.

  • Leite: o principal alimento para fortalecer os ossos. Tem maior quantidade de cálcio, a substância mais importante para a formação dos ossos;
  • Feijão: são uma fonte rica de cálcio;
  • Derivados do leite: iogurte e queijo, uma maneira de incluir cálcio na sua dieta;
  • Sardinha: contém altas doses de cálcio e vitamina D, ajuda a deixar os ossos mais fortes;
  • Ovo: excelente fonte de proteína, de vitamina D e cálcio;
  • Vegetais: principalmente aqueles de cor verde, como brócolis, couve, couve-flor, espinafre e agrião, são excelentes para fortificar os ossos;
  • Cogumelos: são ricos em vitamina D, bons para o sistema imunológico;
  • Soja: rica em substância chamada de isoflavona, tem estrutura muito parecida com o hormônio feminino estrógeno, ajuda os ossos a absorver minerais;
  • Espinafre: rico em ferro, fósforo e cálcio, além das vitaminas A e do complexo B, ótima alternativa na prevenção da osteoporose;
  • Salmão: têm vitamina D, cálcio e ômega-3;
  • Nozes e castanhas: fortalece os ossos de inúmeras maneiras. O principal motivo é a quantidade de ômega-3 que esses alimentos possuem;
  • Linhaça: auxilia os rins a excretar água e sódio, protege os ossos da perda de cálcio. A linhaça é ótima fonte de ômega-3, gordura boa,  aumentando a densidade dos ossos;
  • Tomate: rico em minerais como magnésio, ferro, fósforo, manganês e potássio;
  • Frutos secos: ricos em cálcio,as amêndoas, mas deve ter cuidado e não exagerar em seu consumo, apresentam muitas calorias;
  • Sal: é um dos alimentos que mais prejudica os ossos, a principal fonte de sódio. Este mineral dificulta a absorção de cálcio dos nossos ossos, fazendo com que fiquem mais suscetíveis a quebras e fraturas.

 

Olá,

Deixe seu e-mail para receber as melhores informações sobre alimentação, comportamento e saúde.

Parabéns, você se inscreveu com sucesso!