Regras do Freezer

Com a utilização dos freezers, tanto a indústria alimentícia quanto a culinária mudaram. Hoje permite conservar os alimentos por mais tempo, evitando o desperdício e proporcionando agilidade e praticidade. Porém, alguns não terão resultados  satisfatório; é o caso das verduras que serão consumidas cruas, pudins à base de amido de milho, gelatinas, maionese e claras de ovos cozidas. Não basta colocar a comida em um recipiente e colocar no freezer: é preciso seguir algumas regras e técnicas básicas para garantir os nutrientes, qualidade e sabor de cada item. A validade vai depender do produto e da forma como foi preparado. Os legumes e verduras que são fervidos e depois colocado em gelo duram até um ano. Já carnes com gordura, no máximo, um mês. Pratos prontos, de modo geral, podem ser armazenados por até três meses.

Para congelar:

  • Frutas: ao natural, em calda ou com açúcar, sem sementes, em pedaços ou inteiras;
  • Carnes: em formatos finos, sem gordura, com menos de 2 kg, sem temperos;
  • Peixes: frescos, limpos, sem vísceras.

Hora de guardar: além de pensar no processo antes de congelar, outra coisa tem que ser levada em consideração: “as embalagens utilizadas devem ser herméticas, não permitindo a entrada de umidade e nem a saída do cheiro. Pode ser um saquinho, pote de vidro, de plástico; protegendo o elemento, está ótimo”, afirma Evelin Duarte, técnica em culinária de congelamento. Sobre as opções a vácuo, ela diz que são indicadas, mas que esse não é um recurso comum das donas de casa. “Como opção, dá para colocar o produto no saco e, em seguida, dentro do pote. Conforme ele for endurecendo, vai ficar naquele mesmo formato. Depois é só retirar do recipiente e manter no saquinho. Isso economiza pote e espaço”. Outra dica interessante, desta vez encontrada na internet, é a de colocar o alimento dentro de um saquinho e emergi-lo em um recipiente com água. Isso fará com que o ar saia e ele fique com seu formato.

Congelar, descongelar e recongelar?: SE existe regras para o congelamento, também existe para descongelar. Após tirar do freezer um produto congelado, é comum que ele seja colocado em uma bacia para descongelar; atente a não deixar exposto a bactérias. Outro erro é colocar em baixo de água corrente para acelerar o processo, aumenta as chances de contaminação. “O descongelamento ideal da maioria dos alimentos, carnes, é feito lentamente na geladeira. Para isso, basta colocar a peça lá um dia antes. Já alguns pratos prontos devem ser descongelados rapidamente para um melhor resultado”. Sobre recongelar, não existe nada que impeça, porém a prática não é recomendada, já que fará a comida perder suas vitaminas, sais minerais, textura e sabor.

 

Fonte: Revista Weekend

Add Comment

Olá,

Deixe seu e-mail para receber as melhores informações sobre alimentação, comportamento e saúde.

Parabéns, você se inscreveu com sucesso!